segunda-feira, 10 de junho de 2013

Vontade desesperada e infinita de comer doces.

Nessas últimas semanas, tenho escutado constantemente no consultório a seguinte reclamação:

- Gabriel, minha vontade de comer doce não passa, estou uma monstra comedora de brigadeiros. E não importa o tanto que eu coma, a vontade é sem fim!

Bom, antes de tudo, a medicina tradicional chinesa consegue explicar quase todas as maluquices humanas, desejos e repulsas. Na MTC, todos os órgãos, partes do corpo e os sabores estão categorizados em cinco elementos, que chamamos de pentagrama: Fogo, Terra, Metal, Água e Madeira.

Uma maneira simples de imaginar esse pentagrama é pensar em uma roda gigante, com cinco banquinhos. Cada um deles sendo um dos elementos citados antes. Todos os bancos são independentes, mas estão conectados. Para a roda-gigante girar todos bancos precisam estar em bom estado, para que os ocupantes possam sentar.



Como num parque de diversões, a roda gigante só gira quando o banco está ocupado. Enquanto está vazia, ela permanece parada aguardando até que os próximos da fila se sentem para dar umas voltas.

Contudo, ao contrário dos parques onde qualquer pessoa senta em qualquer acento vazio, na roda gigante do pentagrama existem critérios para "sentar" no banco de cada elemento. Por exemplo, no banco do elemento Terra, só pode sentar o sabor doce, a umidade, a cor laranja-amarelo, etc. No banco do elemento Fogo, só pode sentar o sabor amargo, o calor, o vermelho, etc. 

Assim como existem fatores específicos que esvaziam cada um dos cinco banquinhos da nossa roda gigante. A ansiedade expulsam quem está sentado no banco Fogo. A preocupação, expulsam quem está no banco Terra. O medo, quem está no banco Água...

Então vamos nós, quando na sua roda-gigante energética interna o banco Terra é esvaziado (por fatores externos e internos) seu corpo tenta desesperadamente preenche-lo. E pelas leis da acupuntura, quem senta neste banco é o sabor doce. Por isso, a vontade infinita e desesperada de comer doces. É uma tentativa do seu corpo de se auto-regular e fazer a roda-gigante dos cinco elementos voltar a girar.

Seu cérebro emite um pedido de urgência, que seu corpo interpreta como "ai que vontade de comer um docinho agora". Porém, nossa vontade sempre é desproporcional a nossa necessidade e comemos muito mais do que o nosso corpo necessita para se equilibrar. Pensando na roda gigante, é como se o carrinho Terra ficasse parado aguardando uma pessoa para sentar. Mas, como a "necessidade" foi anunciada em alto e bom som nos auto-falantes do parque, vinte pessoas saíram correndo e sentaram ao mesmo tempo aonde era necessário um.

Bom, provavelmente você nunca gerenciou um parque de diversões. Mas sei que compreendeu o problema que tem nas mãos: ou o banquinho vai quebrar rápido ou a roda vai gastar muito mais energia para girar por um tempo e vai estragar no futuro, caso o banco não seja esvaziado.

Esse é o problema de comer uma panela de brigadeiro de uma vez. Você coloca vinte, trinta, duzentas pessoas onde havia só uma vaga! E passa a ter um novo problema, além de celulites e gordurinhas na sua "roda gigante".

Mas existe uma maneira simples e fácil de burlar essa vontade desesperada de comer doce. Não sei se você já reparou, mas em toda roda gigante existe uma pessoa mal humorada que pega as crianças pelo braço, quando elas disputam o mesmo banquinho, e as colocam nos próximos bancos disponíveis.



Nosso corpo tem um mecanismo muito parecido, que organiza (ou tenta) nossa roda gigante energética. Para preencher o vazio do banco Terra (o que gosta de ocupantes doces) é preciso que sobre uma criança no banquinho que passou antes, entende? O que passa antes é o do Fogo, que aceita ocupantes " amargos ou calor. 

Portanto, quando você tiver uma vontade desesperada de comer doce, experimente alimentos amargos, como cafezinho (com pouco açúcar), chás amargos, verduras tipo couve, espinafre, etc. um quadradinho de chocolate forte e amargo ou se possível, deite na grama tome um sol, o calor também ocupa este lugar.

Esta dica funciona, é sério! Experimente!

O mais importante é identificar porque o seu banquinho Terra está ficando vazio. O que está expulsando os ocupantes? Nisso a acupuntura pode te ajudar muito, além de te tratar para prevenir que o banquinho se esvazie. Se você, com frequência, tem muita vontade de comer doces, procure um acupunturista.


Nenhum comentário:

Postar um comentário